Como é a pontuação dos Bancos em

Influencie seu banco dizendo o que você pensa a respeito de suas políticas e práticas em investimentos

Todas as informações sobre o tema Mudanças Climáticas

Em 2015, ocorreu a 21ª Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas, conhecida como COP21, em Paris. O acordo visa a redução das emissões de gases de efeito estufa a nível global, buscando limitar o aumento da temperatura a 1,5ºC. O governo brasileiro estabeleceu metas ambiciosas: decrescer suas emissões totais, em relação aos números de 2005, em 37%, até 2025, e 43% até 2030.

De acordo com a Nature Climate Change, a incidência de eventos climáticos extremos deve se elevar em 2% entre 2020 e 2050. No Brasil, eventos extremos tornam-se frequentes e mais severos, e muitas comunidades e empresas estão vulneráveis às mudanças climáticas, a exemplo da crise hídrica de 2014 e 2015 na região Sudeste.

Diversos elementos foram incorporados na análise do tema, tanto para as políticas internas dos bancos quanto nas políticas em relação as empresas nas quais os bancos investem, para ficarem a par das medidas estabelecidas no acordo. Essa redução foi o principal fator    para redução da pontuação na maioria dos bancos.

Com exceção do Banco do Brasil, que apresentou um melhor desempenho exatamente por causa da inclusão dos novos elementos, os bancos apresentaram pouca evolução.

Os principais produtos e soluções financeiras dos bancos relacionados ao tema são iniciativas voltadas para eficiência energética e energia renovável, como financiamento a energia eólica e solar, mas não há acompanhamento e nem requerimento de um patamar máximo de emissões das empresas nas quais investem.

Uma oportunidade de avanços para os bancos é reduzir o financiamento que concedem a atividades que contribuem fortemente para a intensificação das mudanças climáticas, tomando como exemplo a decisão do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) de conceder novos empréstimos para usinas termoelétricas de carvão e óleo combustível.

Caro cliente de banco, você tem o poder, participe!

Nos ajude a engajar e melhorar as políticas e práticas dos bancos brasileiros. Compare o desempenho do seu banco com o de seus concorrentes. Se você está insatisfeito, notifique aqui seu banco. Ou porque não mudar para um banco melhor? Participe!

Obrigado por compartilhar

Sua mensagem foi enviada com sucesso

×