Como é a pontuação dos Bancos em

Influencie seu banco dizendo o que você pensa a respeito de suas políticas e práticas em investimentos

Todas as informações sobre o tema Transparência e Prestação de Contas

O direito público de acesso à informação é estabelecido em diversos instrumentos internacionais. Para o setor financeiro, transparência e prestação de contas são ainda mais importantes do que para outros segmentos. Por interagirem com praticamente todos os setores da economia, é essencial que os bancos relatem publicamente e de forma transparente suas próprias atividades e as empresas, projetos e governos que recebem seu capital.

Um estudo sobre o nível de transparência em relatórios corporativos de multinacionais de mercados emergentes mostrou que transparência das multinacionais brasileiras nos países emergentes piorou nos últimos anos. Para aumento da confiança de clientes, acionistas e outros grupos de interesse, é importante que os bancos brasileiros apresentem com transparência seus resultados, políticas e práticas. Iniciativas no âmbito da Autorregulação da Febraban e a evolução em relatos anuais e integrados são exemplos de avanços dos últimos anos e podem orientar a contínua evolução.

Os bancos informam, com diferentes graus de detalhamento, as empresas e projetos nos quais investem e como aplicam critérios na gestão socioambiental dos investimentos.

A apresentação da Política de Responsabilidade Social e Ambiental (PRSA), conforme a Resolução CMN 4327/2014, garante um nível mínimo de transparência nesse segundo aspecto.

Um ponto positivo é o fato dos bancos (com exceção de BTG Pactual e Safra) reportarem publicamente, através do Relatório de Transparência dos Princípios de Investimento Responsável (PRI, na sigla em inglês), suas políticas e instrumentos de análise ASG para gestão de recursos de terceiros. Já a Caixa obteve o melhor desempenho por apresentar um grau de detalhamento superior aos demais bancos no Relatório de Implementação dos Princípios do Equador.

A pontuação dos bancos no tema indica que as maiores instituições estão em estágios semelhantes de transparência no reporte das atividades, mas ainda distantes do nível de detalhamento requerido na metodologia, de forma a deixar mais claras as informações para seus stakeholders. As instituições têm a oportunidade de fazer uso dos canais de comunicação com seus públicos de interesse a fim de prover informação mais completa e incrementar o relacionamento com tais grupos.

Caro cliente de banco, você tem o poder, participe!

Nos ajude a engajar e melhorar as políticas e práticas dos bancos brasileiros. Compare o desempenho do seu banco com o de seus concorrentes. Se você está insatisfeito, notifique aqui seu banco. Ou porque não mudar para um banco melhor? Participe!

Obrigado por compartilhar

Sua mensagem foi enviada com sucesso

×