Como é a pontuação dos Bancos em

Todas as informações sobre o tema Direitos Trabalhistas

No tema “Direitos Trabalhistas” avaliam-se as políticas dos bancos para garantir os direitos aos trabalhadores das empresas nas quais investem ou para as quais fornecem empréstimos, bem como para as subcontratadas e cadeia de suprimentos dessas empresas. Averigua-se também se há a demanda de que as empresas corrijam a conformidade com leis trabalhistas caso sejam desrespeitadas, dentre outras questões. Na página de metodologia, todos os elementos de avaliação estão listados na íntegra.

Este é o segundo tema com maior média geral entre todos os 18 pesquisados, o que se deve principalmente à legislação brasileira e aos Padrões de Desempenho do IFC, que juntos garantem 4,8 de nota porque cobrem a maioria dos elementos de avaliação. As regras da CLT e o direito constitucional de livre associação garantem um mínimo de 1,5 por legislação. Mesmo com os pontos de legislação, este é um tema em que, de fato, há grande comprometimento nas políticas dos bancos avaliados.

Todos os bancos, sem exceção, ressaltam a necessidade de conformidade com as leis trabalhistas brasileiras para empresas que queiram fazer empréstimos. Também são todos que enfatizam a proibição de trabalho infantil e análogo à escravidão nas empresas para que prestam serviços financeiros, se destacando uma maioria que cita utilizar como referência a Lista Suja do Trabalho Escravo do Ministério do Trabalho e Emprego.

BB, Itaú, Safra e Santander referenciam suas políticas na Declaração da OIT sobre os Princípios e Direitos Fundamentais no Trabalho, principal documento internacional no tema. A política do Safra é a única que traz todos os seus princípios: promover a liberdade de associação e de reconhecimento efetivo do direito à negociação coletiva; promover a eliminação de todas as formas de trabalho forçado ou compulsório; colaborar para efetivar a abolição do trabalho infantil; e contribuir para eliminar a discriminação em matéria de emprego e ocupação.

Quer saber mais? Leia o relatório completo aqui

Caro cliente de banco, você tem o poder, participe!

Nos ajude a engajar e melhorar as políticas e práticas dos bancos brasileiros. Compare o desempenho do seu banco com o de seus concorrentes. Se você está insatisfeito, notifique aqui seu banco. Ou porque não mudar para um banco melhor? Participe!

Obrigado por compartilhar

Sua mensagem foi enviada com sucesso

×