Como é a pontuação dos Bancos em

Todas as informações sobre o tema Geração de Energia

No tema “Geração de Energia” é avaliado se o banco tem linhas de financiamento para energia renovável e metas para aumentar a participação desse tipo de energia em sua carteira. Também são verificadas possíveis restrições a fontes de energia controversas (carvão, combustível fóssil, nuclear e grandes hidrelétricas) e as exigências que os bancos colocam para projetos neste setor e para as empresas que nele operam. Na página de metodologia, todos os elementos de avaliação estão listados na íntegra.

Há um patamar mínimo de 1,4 na nota, devido à pontuação por legislação. Os bancos recebem pontuação pela Lei 9985/200, que institui o SNUC, pelas exigências do licenciamento ambiental e pelo Capítulo VIII do Título VIII da Constituição Federal, referente aos povos indígenas. Para os bancos que adotam Princípios do Equador, Padrões de Performance do IFC e Diretrizes Ambientais, de Saúde e Segurança do Grupo Banco Mundial, o patamar de pontuação foi 1,7.

Somente BB e Santander têm uma política específica para este setor, que é de extrema relevância na economia brasileira e que gera grandes impactos. O BNDES possuía uma em 2018, mas não está mais disponível em seu endereço eletrônico.

Quase todos os bancos, com exceção do Safra, apresentam linhas de financiamento para geração de energia renovável (principalmente eólica e solar). Mas apenas o Itaú publica em seus documentos uma meta mensurável de aumento do financiamento a energias renováveis no Brasil. O Grupo Santander possui uma meta mensurável em escala mundial, mas o Santander Brasil não apresenta mais uma meta nacional como apresentava há dois anos. Ainda que não tenham metas mensuráveis, BB, BNDES e Bradesco possuem compromissos de apoiar o desenvolvimento das energias renováveis no país. Os compromissos são mais generalistas, como “vamos continuar incentivando as energias renováveis”.

Quer saber mais? Leia o relatório completo aqui

Caro cliente de banco, você tem o poder, participe!

Nos ajude a engajar e melhorar as políticas e práticas dos bancos brasileiros. Compare o desempenho do seu banco com o de seus concorrentes. Se você está insatisfeito, notifique aqui seu banco. Ou porque não mudar para um banco melhor? Participe!

Obrigado por compartilhar

Sua mensagem foi enviada com sucesso

×