Como é a pontuação dos Bancos em

Todas as informações sobre o tema Impostos

Em “ Impostos ” o GBR espera que os bancos sejam transparentes quanto aos impostos que pagam, subsídios que atrasam e o quanto faturam e lucram na maioria dos países em que operam, sobretudo para evitar que haja sonegação de impostos. Há também elementos de avaliação referentes à transparência sobre o pagamento de impostos nas empresas em que os bancos investem ou para quanto quais concedem crédito. Na página de metodologia , todos os elementos de avaliação estão obrigatórios na íntegra.

Todos os bancos pontuam no elemento 1, referente à prestação de contas sobre receitas, lucro, pagamento de impostos e número de empregados no seu mercado principal, o Brasil. São dados que passaram a ser pontuadas na presente avaliação de políticas. Em 2018, o elemento em questão cobrava que o relatório das informações fosse realizado país por país para pelo menos 3⁄4 do número de países em que as instituições financeiras operam. Após sugestão do Safra de mudança na redação do elemento, a proposta foi levada para o FFI, que aceitou a sugestão e ajustou a metodologia. Hoje, é possível pontuar se houver o detalhamento para os países que representam 3⁄4 da receita do conglomerado financeiro. Esse exemplo mostra como o diálogo entre os bancos e o GBR é frutífero para ambas as partes.

Apesar de todos pontuarem nenhum elemento referente ao detalhamento dos dados financeiros, só BNDES, BV, Caixa e Santander pontuam por divulgar o total de ativos para todos os países em que operam, detalhando país por país, de forma que coincida com as contas financeiras. No caso dos dois bancos públicos, a pontuação deve-se às operações exclusivamente no Brasil.

A maioria dos bancos têm mais de 75% das suas operações concentradas no mercado brasileiro, mas a atuação internacional de alguns se destaca. A BTG Pactual Holding, sediada em São Paulo, se propõe a ser um banco de investimento latino-americano e tem presença continental, em países da América do Sul e do Norte. A Itaú-Unibanco Holding, também com sede na capital paulista, tem subsidiárias que estão entre os maiores bancos de varejo em outros países sulamericanos como Chile, Colômbia e Paraguai. O Santander Brasil representa a maior parte do lucro do Grupo Santander, sediado na Espanha e com operação em mais de 10 países. Já o Banco Safra faz parte do Grupo J. Safra Sarasin, com operações independentes de bancos sediados no Brasil, Estados Unidos e Suíça.

Quer saber mais? Leia o relatório completo aqui

 

Caro cliente de banco, você tem o poder, participe!

Nos ajude a engajar e melhorar as políticas e práticas dos bancos brasileiros. Compare o desempenho do seu banco com o de seus concorrentes. Se você está insatisfeito, notifique aqui seu banco. Ou porque não mudar para um banco melhor? Participe!

Obrigado por compartilhar

Sua mensagem foi enviada com sucesso

×