Como é a pontuação dos Bancos em

Influencie seu banco dizendo o que você pensa a respeito de suas políticas e práticas em investimentos

Todas as informações sobre o tema Impostos

As receitas fiscais são essenciais para financiar investimentos públicos em saúde, educação, infraestrutura e segurança. As empresas se beneficiam da estrutura e dos recursos naturais nos países onde operam e, portanto, têm a responsabilidade de pagar os impostos devidos em cada país. No entanto, diversas instituições buscam reduzir o pagamento de impostos utilizando paraísos fiscais e outras estruturas indevidas.

Entre os bancos avaliados, somente BNDES e Caixa não estão presentes em paraísos fiscais. Entre os outros, Bradesco e Itaú têm políticas contra evasão fiscal, mas somente o Santander tem também uma política contra a elisão fiscal.

BNDES, Bradesco e Santander têm políticas dizendo que seus funcionários estão proibidos de orientar clientes a praticarem elisão ou evasão fiscal.

Nenhum banco apresenta políticas sobre impostos para as empresas nas quais investem ou para as quais concedem empréstimos.

As notas no tema são baixas porque os bancos brasileiros não têm a política de discriminar, país por país, seu faturamento, lucro, número de funcionários, pagamento de impostos e subsídios (se) recebidos. O detalhamento desses dados demonstraria o compromisso das instituições financeiras com a transparência e o respeito à legislação tributária.

Caro cliente de banco, você tem o poder, participe!

Nos ajude a engajar e melhorar as políticas e práticas dos bancos brasileiros. Compare o desempenho do seu banco com o de seus concorrentes. Se você está insatisfeito, notifique aqui seu banco. Ou porque não mudar para um banco melhor? Participe!

Obrigado por compartilhar

Sua mensagem foi enviada com sucesso

×