Como é a pontuação dos Bancos em

Todas as informações sobre o tema Inclusão Financeira

O tema “Inclusão Financeira” busca avaliar se os bancos têm políticas, produtos e serviços específicos para a população mais carente e micro, pequenas e médias empresas (MPMEs). Além disso, avalia a disponibilidade de canais de atendimento para que clientes em diferentes realidades sociais e motoras tenham acesso a serviços financeiros de qualidade. Na página de metodologia, todos elementos de avaliação estão listados na íntegra.

Nesse tema, 1,5 da nota é representado por uma resolução do Banco Central e por um normativo de autorregulação da Febraban. A primeira é a Resolução 4283/2013, que garante a provisão de informação clara na contratação de operações e no oferecimento de serviços financeiros. Ela pontua no elemento de número 7, referente à disponibilidade de termos e condições na língua nacional.

Já o normativo de autorregulação bancária pontua para o elemento 11, que diz respeito à obrigação de movimentação mínima na conta para mantê-la ativa. No Brasil não existe essa obrigação e por isso todos os bancos pontuaram em conformidade com as regras estabelecidas no Normativo SARB 002/2008. O tema se destaca por ter a maior média por tema de toda a avaliação de políticas (6,4) e por ser o único duas notas classificadas como verde, ou seja, acima de 8. Além disso, é um tema que no geral apresentou uma melhora significativa, sendo o BB o único banco que sofreu um pequeno decréscimo na nota por ter deixado de oferecer uma alternativa de crédito a MPMEs que não exige garantias (Cartão BNDES). 

Quer saber mais? Leia o relatório completo aqui

Caro cliente de banco, você tem o poder, participe!

Nos ajude a engajar e melhorar as políticas e práticas dos bancos brasileiros. Compare o desempenho do seu banco com o de seus concorrentes. Se você está insatisfeito, notifique aqui seu banco. Ou porque não mudar para um banco melhor? Participe!

Obrigado por compartilhar

Sua mensagem foi enviada com sucesso

×