Como é a pontuação dos Bancos em

Influencie seu banco dizendo o que você pensa a respeito de suas políticas e práticas em investimentos

Todas as informações sobre o tema Mudanças Climáticas

Em 2015, ocorreu a 21ª Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas, conhecida como COP21, em Paris. O acordo visa a redução das emissões de gases de efeito estufa a nível global, buscando limitar o aumento da temperatura a 1,5ºC. O governo brasileiro estabeleceu metas ambiciosas: decrescer suas emissões totais, em relação aos números de 2005, em 37%, até 2025, e 43% até 2030.

Diversos elementos foram incorporados na análise do tema, tanto para as políticas internas dos bancos quanto nas políticas em relação as empresas nas quais os bancos investem, para ficarem a par das medidas estabelecidas no acordo. Por isso a pontuação na maioria dos bancos é tão baixa.

Os principais produtos e soluções financeiras dos bancos relacionados ao tema são iniciativas voltadas para eficiência energética e energia renovável, como financiamento a energia eólica e solar, mas não há acompanhamento e nem requerimento de um patamar máximo de emissões das empresas nas quais investem.

Ainda que todos os bancos avaliados se comprometam a reduzir suas emissões diretas de GEEs, somente BB, Bradesco, Itaú e Santander têm metas mensuráveis de redução direta e indireta. O BNDES e a Caixa têm produtos e diretrizes que buscam essa redução também.

Há duas iniciativas transnacionais importantes para o setor financeiro sobre divulgação e redução de emissões de GEEs: a Força-Tarefa sobre Divulgações Financeiras Relacionadas com o Clima (TCFD na sigla em inglês) e o CDP (Carbon Disclosure Project, Projeto de Divulgação de Carbono na tradução livre para o português). Apenas Bradesco, Itaú e Santander fazem parte do projeto piloto da Iniciativa Financeira do PNUMA para a implantação das recomendações do TCFD. Quanto ao CDP, a maioria dos bancos participa, com exceção de BNDES, Safra e Votorantim.

Caro cliente de banco, você tem o poder, participe!

Nos ajude a engajar e melhorar as políticas e práticas dos bancos brasileiros. Compare o desempenho do seu banco com o de seus concorrentes. Se você está insatisfeito, notifique aqui seu banco. Ou porque não mudar para um banco melhor? Participe!

Obrigado por compartilhar

Sua mensagem foi enviada com sucesso

×