Como é a pontuação dos Bancos em

Todas as informações sobre o tema Setor Imobiliário e Habitação

O tema “Setor Imobiliário e Habitação” avalia as políticas dos bancos sobre sua carteira de crédito imobiliário (para pessoas físicas) e investimentos e financiamentos para empresas da construção civil. É uma preocupação dos elementos de avaliação o bem-estar dos moradores dos projetos imobiliários, os materiais usados na construção (sobretudo madeira e cimento, que têm os maiores impactos) e a eficiência energética dos edifícios. Na página de metodologia, todos elementos de avaliação estão listados na íntegra. 

Juntamente com “Armas” é o tema em que há o pior desempenho na avaliação de políticas do GBR neste ano historicamente. 3 dos 9 bancos avaliados só pontuam em um elemento por legislação (cumprimento da CLT) – BNDES, BV e Safra.

Houve um acréscimo de 0,1 a 0,2 na nota de todos os bancos em relação à 2018 por causa de uma adaptação metodológica. Alguns elementos da metodologia que não são materiais para o contexto brasileiro tiveram “não aplicável” (n.a.) atribuído.

Cabe pontuar uma singularidade do BNDES: ele não financia empreendimentos imobiliários, tais como edificações residenciais. Assim, não é esperado que ele tenha políticas de financiamento para esse setor. Entretanto, a sua subsidiária BNDESPAR é acionista em grandes empresas do ramo de construção civil e por isso o tema continua válido para o banco, já que é ativo na categoria “investimentos proprietários”.

Quer saber mais? Leia o relatório completo aqui

Caro cliente de banco, você tem o poder, participe!

Nos ajude a engajar e melhorar as políticas e práticas dos bancos brasileiros. Compare o desempenho do seu banco com o de seus concorrentes. Se você está insatisfeito, notifique aqui seu banco. Ou porque não mudar para um banco melhor? Participe!

Obrigado por compartilhar

Sua mensagem foi enviada com sucesso

×